O débito automático é uma ferramenta que bancos e instituições financeiras oferecem a seus clientes para facilitar na hora de realizar pagamentos. É um sistema de automatização de pagamentos que simplifica, e muito, a vida das pessoas. Mas o que é o débito automático? Vale a pena usar? Vamos explicar em detalhes.

O que e débito automático?

Um débito automático é uma transferência de dinheiro programada em uma data pré-determinada para pagar uma fatura recorrente. Os pagamentos automáticos de contas são pagamentos rotineiros feitos de uma conta bancária, corretora ou fundo mútuo aos fornecedores. Os pagamentos automáticos podem ser feitos a partir de uma conta corrente ou cartão de crédito. Eles geralmente são configurados com a empresa que recebe o pagamento, mas também é possível programar pagamentos automáticos por meio do serviço de pagamento de contas online da conta corrente. Os pagamentos automáticos de contas ocorrem em um sistema de pagamento eletrônico.

Como funciona débito automático em conta?

Os débitos automáticos de faturas podem ser agendados para todos os tipos de transações de pagamento. Isso pode incluir empréstimos a prestações, empréstimos para automóveis, empréstimos hipotecários, contas de cartão de crédito, contas de energia elétrica, contas de TV e muito mais. Esses pagamentos podem ser automatizados facilmente a partir de uma conta corrente. Isso envolve fazer acordos com o banco que possui a conta corrente para fazer o pagamento exato a cada mês. Mais frequentemente, esse poder é dado ao fornecedor (a empresa de serviços públicos, por exemplo) para cobrar a conta corrente por qualquer quantia devida naquele determinado mês. Em ambos os casos, o indivíduo que paga a fatura deve iniciar o pagamento automático da fatura e fornecer as informações necessárias para fazer pagamentos automáticos recorrentes.

Débito automático

O débito automático é uma forma de agendas pagamentos para datas fixas durante o mês, facilitando sua vida e ajudando a não esquecer de pagar as contas. (Foto: Loans Canada)

Como colocar conta em débito automático?

Os pagamentos automáticos poupam o consumidor de ter que se lembrar de fazer um pagamento mês após mês. Eles também podem ajudar os consumidores a evitar pagamentos atrasados. Por exemplo, suponha que você tenha um pagamento de carro de R$300 no dia 10 de cada mês pelos próximos 60 meses. Em vez de fazer login em sua conta online com a empresa de empréstimo para agendar exatamente o mesmo pagamento todos os meses, você pode configurar pagamentos automáticos uma vez e concordar em ter R$300 transferidos automaticamente de sua conta corrente para a empresa de empréstimo no quinto dia. cada mês. Dessa forma, você sabe que seu pagamento nunca será atrasado e evita o trabalho de fazer a mesma tarefa todos os meses.

Os passos para o cadastro de débito automático são simples.

  1. Pegue a conta do serviço que quer cadastrar no débito automático
  2. Procure por um código de débito automático na conta
  3. Entre no seu internet banking ou vá até um caixa eletrônico
  4. Procure pela opção de cadastrar débito automático
  5. Digite o código do débito automático e confirme

Você também pode simplesmente digitar “débito automático” no seu internet banking e procurar pelas opções de cadastros por números de usuário ou por número de conta. Serviços de contas do banco, como financiamentos, empréstimos e faturas podem ser cadastrados dessa forma também.

Limitações e cuidados com o débito automático

Débitos automáticos têm algumas desvantagens em potencial, no entanto. Se você esquecer seus pagamentos automáticos agendados e não mantiver uma almofada em sua conta corrente, um pagamento automático poderá ser devolvido. Não apenas sua fatura permanecerá não paga, mas você também poderá incorrer em uma taxa de pagamento retornada da empresa que estava tentando pagar e uma taxa atrasada por não ter cumprido a data de vencimento. Os pagamentos automáticos também não são infalíveis. Você ainda precisa verificar regularmente para garantir que seus pagamentos programados tenham sido processados ​​conforme o esperado.

Outro problema pode ocorrer quando você autoriza pagamentos automáticos que variam em quantidade. Por exemplo, suponha que você configure pagamentos automáticos de sua fatura de cartão de crédito em sua conta corrente. Se você não olhar para sua conta bancária quando ela chegar, poderá ter uma surpresa desagradável quando ela for paga automaticamente em uma quantia muito maior do que o esperado devido a um erro ou fraude, ou porque você simplesmente não percebeu o quanto você tinha gasto.

Pagamentos automáticos também podem ser difíceis de cancelar. Além disso, os consumidores podem esquecer determinados pagamentos automáticos e continuar pagando pelos serviços que não desejam mais….

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos ajudar!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)