As taxas bancárias podem incluir taxas de manutenção mensal, taxas de cheque especial, taxas de pagamento de contas online, taxas por transferências bancárias, dentre muitas outras.  Embora o número de taxas esteja aumentando e as taxas em si possam também aumentar, nem sempre é fácil saber antes de abrir uma conta exatamente quais taxas serão incluídas. Elas são divulgadas por todos os bancos em seus sites, mas poucas são as pessoas que investem tempo para saber quais são essas taxas, principalmente quando assinam pacotes de serviços que incluem os serviços mais utilizados.

Mas se você está cansado das tarifas bancárias e quer economizar nelas, vamos te mostrar como é possível fazê-lo.

Escolha contas de serviços essenciais, contas digitais ou contas poupança para fugir das tarifas bancárias

Se você fizer uma pesquisa, ainda poderá encontrar uma conta bancária gratuita. Essa conta pode vir na forma de uma conta de serviços essenciais que todos os bancos são obrigados a oferecer ou uma conta poupança. Em ambos os casos, as contas são gratuitas, sem cobranças por pacotes de serviços, apenas de serviços avulsos que você possa vir utilizar. Muitos bancos com contas digitais não cobram por pacotes de serviços, o que pode ser também uma excelente opção.

Desative as taxas bancárias opcionais

Uma maneira de evitar as taxas é optar pela desativação de serviços que você não precisa. Por exemplo, alguns bancos cobram taxas de seguro ou tarifas pelo uso do cheque especial que você pode optar por desativar. Para isso, basta entrar em contato com o SAC da sua instituição financeira para cancelar os serviços opcionais ou vá até uma agência e converse com o gerente.

Inscreva-se para receber alertas e evitar surpresas

A maioria dos bancos permite que você receba alertas por texto ou e-mail se o saldo ficar abaixo de um limite que você escolher. Dessa maneira, você pode evitar multas ou outros pagamentos desnecessários quando estiverem em débito automático, por exemplo. Isso evitar taxas como juros, IOF, entre outras do cheque especial, por exemplo.

Evite os caixas eletrônicos que não fazem parte da sua rede

Se você usar um caixa eletrônico fora da rede, poderá ser cobrado pela rede do caixa eletrônico e pelo seu banco. Leve em consideração seus hábitos de caixa eletrônico quando escolher seu banco ou cooperativa de crédito, especialmente se precisar levantar dinheiro em várias cidades. Saiba o que os caixas eletrônicos fazem parte da sua rede. Os aplicativos podem ajudar você a rastrear os caixas eletrônicos na rede. Verifique se seu banco ou instituição financeira faz parte da rede atendida pelo Banco 24 Horas, que você pode acessar sem ter a cobrança de taxas.Tarifas de bancos

Aprenda a usar melhor seu banco, cortar as tarifas e reduzir seus custos bancários. (Foto: Medium)

Opte por uma conta bancária universitária ou para pessoas mais velhas

Muitos bancos oferecem contas correntes gratuitas ou de baixo custo para estudantes universitários. Essas contas podem ser isentas de diversas tarifas e taxas, ou ter esses valores mais acessíveis. É importante pesquisar bastante as opções, pois há muita variação entre os concorrentes.

Mantenha mais dinheiro na sua conta corrente

Enquanto a sabedoria convencional diz que você deve manter a maior parte de seus fundos em excesso em uma conta de poupança, pode ser mais econômico manter dinheiro adicional na conta corrente para evitar taxas e tarifas cobradas pelo uso do cheque especial ou do saque sem que você tenha recursos disponíveis. Você pode até ser cobrado juros se sua cesta de serviços for debitada sem você ter o dinheiro em conta.

Busque por contas que se encaixam no seu estilo de vida

Alguns clientes costumam visitar caixas eletrônicos com frequência e outros nunca os usam. O mesmo vale para cartões de débito, cheques em papel e serviços bancários online. Procure os bancos que oferecem os serviços de que você precisa com o menor custo. Confira grandes bancos, bancos online e cooperativas de crédito para encontrar o melhor ajuste. Lembre-se de que você não poderá fazer toda essa pesquisa online, pois as informações necessárias para a comparação não estão disponíveis. Converse com gerentes em diversas agências e até com os gerentes de suas instituições financeiras atuais. Garantimos que pelo menos um deles terá uma boa oportunidade para suas necessidades.

Negociar é a chave para pagar menos tarifas ou ficar isento deles

Os gerentes de agências às vezes têm o poder de dispensar taxas, especialmente para bons clientes com saldos elevados e várias contas. Você recua um pouco e ameaça tirar seu dinheiro, e às vezes você obtém resultados. Esse tipo de negociação geralmente é melhor feito pessoalmente, embora o atendimento ao cliente por telefone possa, às vezes, ajudá-lo a encontrar negócios melhores que não são anunciados.

Fique de olho em suas contas pelo internet banking

Isso o direciona imediatamente para transações fraudulentas, cheques devolvidos, erros e saldos baixos. Uma boa regra é que os usuários de cartões de débito frequentes devem verificar suas transações todos os dias.

Como vocês negociam tarifas bancárias? Como conseguiu a isenção de algumas delas?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)