O que é monetização?

Escrito na categoria "Educação financeira" por André M. Coelho.

O que significa monetizar? “Monetizar” refere-se ao processo de transformar um item não gerador de receita em dinheiro, essencialmente liquidando um ativo ou objeto em moeda com curso legal. No mundo online de hoje, monetizar também significa transformar em fonte de renda recursos como seu Facebook, seu Instagram, seu LinkedIn, ou seu canal no YouTube.

O que é monetização?

Monetizar refere-se ao processo de transformar um item não gerador de receita em caixa, essencialmente liquidando um ativo ou objeto em moeda com curso legal.

O Banco Central, por exemplo, monetiza a dívida do país comprando notas, letras e títulos – conhecidos coletivamente como Títulos do Tesouro – emitidos pelo Tesouro do Brasil, que mantém as taxas de juros baixas.

Os proprietários de sites monetizam seus sites disponibilizando espaços aos anunciantes, obtendo assim receitas de vários tipos de conteúdo publicado em seus sites. O mesmo princípio vale para canais no YouTube, Redes Sociais, e mais.

Como funciona a monetização?

O termo “monetizar” tem significados diferentes dependendo do contexto. Os governos monetizam a dívida para manter baixas as taxas de juros sobre o dinheiro emprestado. Porém, se houver necessidade, eles também podem fazer isso para evitar uma crise financeira, enquanto as empresas monetizam produtos e serviços para gerar lucro. A monetização anda de mãos dadas com o capitalismo – e é quase tão antiga quanto. O processo de monetização é muito importante para o crescimento de uma empresa ou outra entidade, pois é fundamental para seu planejamento estratégico.

Monetização e seu conceito

A monetização é a conversão de um serviço, bem, ou até investimento em dinheiro. (Imagem: PA Times)

Monetização do Banco Central

O Banco Central do Brasil  monetiza a dívida do país comprando notas, letras e títulos – conhecidos coletivamente como Títulos do Tesouro – emitidos pelo Tesouro do Brasil. O BC emite o crédito do governo, que o governo usa para suas operações sem realmente ter que imprimir qualquer excesso de dinheiro. Esse tipo de monetização coloca a dívida do governo nos livros do BC e coloca o dinheiro de volta no sistema. Embora seja considerada uma opção menos desejável, os governos também podem comprar sua própria dívida imprimindo dinheiro do nada, o que aumenta a oferta de moeda, mas causa inflação.

Como funciona a monetização da internet?

As atividades de publicação na Web e comércio eletrônico tornaram a monetização um conceito bem conhecido entre os brasileiros comuns. Os proprietários de sites monetizam seus sites disponibilizando espaços aos anunciantes, obtendo assim receitas de vários tipos de conteúdo publicado em seus sites. Formas mais sofisticadas de monetização na web envolvem a criação de funis de vendas a partir de listas de assinantes e a produção de e-books a partir de conteúdo publicado anteriormente.

Como monetizar vídeos no YouTube?

O YouTube introduziu alguns novos padrões de monetização este ano, tornando um pouco mais difícil monetizar seu canal – embora certamente não seja impossível. Para configurar seu canal para monetização, você precisará ingressar no programa de parceria do YouTube e atender aos requisitos para fazê-lo. Depois de atender a esses requisitos, tudo o que você precisa fazer é ativar a monetização em seus vídeos para começar a gerar receita com o Adsense. No final das contas, a monetização do YouTube é totalmente baseada no número de pessoas que assistem ao seu vídeo. As pessoas que ganham mais dinheiro são as que têm mais visitantes.

1. Programa de parceria do YouTube

O Programa de parceria do YouTube é a maneira mais comum de as pessoas ganharem dinheiro com sua conta do YouTube, principalmente por ser a mais simples. Depois de atender a essas diretrizes, você poderá começar a monetizar seus vídeos:

Seguir todas as políticas do Programa de Parcerias do YouTube.

Viver em um país ou região onde o Programa de Parcerias do YouTube está disponível.

Ter mais de 4.000 horas de exibição pública nos últimos 12 meses.

Ter mais de 1.000 assinantes.

Ter uma conta do AdSense vinculada.

Depois de se tornar um parceiro do YouTube, eles poderão colocar anúncios em seus vídeos conforme acharem adequado. Você pode habilitar essa opção por vídeo, se desejar. Apenas uma observação: você precisará criar uma conta do Google AdSense para receber pagamentos pela publicidade em seus vídeos.

2. Como ganhar dinheiro no YouTube

Aqui está a boa notícia: depois que você é admitido no Programa de Parcerias do YouTube (YPP), eles fazem muito do trabalho braçal para você no que diz respeito aos anúncios. Porém, existem várias maneiras de ganhar dinheiro com seu canal:

Receita de publicidade: esta é a forma mais comum. Você dividirá a receita de publicidade com o YouTube (geralmente, os criadores recebem 55%) em anúncios precedentes, intermediários, finais e de sobreposição.

Clubes dos canais: os assinantes podem optar por pagar uma assinatura mensal do seu canal para receber conteúdo e benefícios exclusivos.

Mercadoria: os assinantes podem comprar mercadorias diretamente no YouTube.

Super Chat: os assinantes podem pagar para que seus comentários sejam destacados na seção de comentários.

3. Anunciantes no YouTube

A maioria dos usuários não recebe muito dinheiro do YouTube em seu programa de parceria. A receita de publicidade é baseada no número de espectadores, portanto, apenas os maiores parceiros do YouTube receberão a maior parte de sua receita. Mas, existem quatro coisas que podem ajudá-lo a chegar lá:

Seu vídeo deve ser adequado para anunciantes – ou seja, apropriado para a maioria dos públicos.

Se você não criou o conteúdo, você deve ter total permissão legal para postar o conteúdo no YouTube.

Você precisa de identificação adequada para o áudio e vídeo em seus vídeos, incluindo direitos comerciais para ambos.

-Seu conteúdo de vídeo deve obedecer aos termos de serviço do YouTube e às diretrizes da comunidade.

4. Parceria com patrocinadores

Ter patrocinadores independentes apoiando seu trabalho no YouTube é a forma mais lucrativa e rara de monetização na plataforma. Não há maneira simples de ter patrocinadores para o seu filme, a não ser apenas ter um grande número de visualizações em seus vídeos. Não há um valor mínimo, mas as empresas estarão muito mais dispostas a pagar por um espaço de anúncio se houver uma grande quantidade de espectadores. Essencialmente, essa forma de publicidade elimina o intermediário (YouTube) e oferece a você o potencial de ganhar mais dinheiro com a publicidade em seu conteúdo.

5. Quanto dinheiro ganha um YouTuber?

Conforme mencionado antes, uma conta do AdSense é necessária para se tornar um parceiro do YouTube. Esta é uma plataforma onde as empresas podem comprar espaço publicitário e o YouTube pode colocar seus anúncios em vídeos conforme acharem adequado. Os YouTubers recebem 55% da participação nos lucros dos anúncios veiculados pelo AdSense. O dinheiro é gerado com base no custo por clique ou custo por visualização. O anunciante pode selecionar qual deseja.

Uma visualização conta como um anúncio assistido por 30 segundos ou na metade, o que ocorrer primeiro.

A cobrança típica é de 18 centavos por vista. Portanto, se você tiver 1.000 visualizações e 10% dos espectadores assistiram ao anúncio, pode esperar ganhar cerca de US$18.

No final, a quantidade de dinheiro ganho baseia-se na frequência com que os anúncios são exibidos em seus vídeos e na frequência com que os espectadores interagem com esses anúncios durante a exibição. Isso geralmente significa pouca ou nenhuma receita para a maioria dos YouTubers, mas para aqueles com milhares (ou milhões) de visualizadores, pode representar uma receita substancial. O YouTube não oferece nenhuma garantia de receita em seu programa de parceria.

Exemplo de monetização da dívida pública

Para simplificar, digamos que o governo precise de R$50.000 para um programa social. Ele arrecada R$45.000 por meio de impostos, mas ainda precisa de R$5.000. O governo pode pegar o dinheiro emprestado, imprimir o dinheiro, aumentar os impostos ou reduzir os gastos. O governo decide tomar emprestado o dinheiro do público emitindo R$5.000 em títulos e oferecendo aos compradores de títulos taxas de juros favoráveis. O governo agora tem o dinheiro de que precisa – R$45.000 arrecadados com impostos e R$5.000 arrecadados com a emissão de títulos – para seu programa social.

Exemplo de monetização comercial

Quando as pessoas navegam em sites e clicam em links de anunciantes, os proprietários de sites – sejam indivíduos ou grandes empresas de mídia – ganham dinheiro. Os proprietários de sites podem ser pagos pelo número de vezes que os visitantes do site veem anúncios sem se envolver com eles, dependendo dos acordos com os anunciantes. Se um site atrair visitantes suficientes, o dinheiro pago pelos anunciantes pode representar ganhos substanciais. Se um determinado site tiver estatísticas de tráfego comprovadas, as empresas podem pagar mais para colocar anúncios na página inicial do site ou em certas páginas que atraem um grande número de visitantes. Vender aplicativos e assinaturas e produzir conteúdo multimídia, como vídeos e podcasts, são outras maneiras pelas quais as empresas monetizam o conteúdo.

Dúvidas? Deixem nos comentários suas perguntas!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário