O pagamento de contas é uma necessidade para empresas e indivíduos. Tais cobranças podem vir de qualquer maneira, mas as principais incluem a fatura, o boleto bancário e a duplicata. Entender a diferença entre eles poderá te ajudar a organizar melhor suas finanças e pagamento automático de contas.

O que é fatura?

É um documento gerado por vendedores de serviços ou produtos que ainda não foram pagos. A fatura representa o valor destes serviços e/ou produtos. Geralmente, estes são discriminados. Uma fatura de internet, por exemplo, vai discriminar os serviços contratados e, caso tenha uma franquia, o quanto dela foi utilizado.

A fatura é hoje um documento comumente gerado automaticamente em cobranças. Uma fatura, quando paga, é liquidada quase imediatamente, portanto, não é necessário se preocupar se os pagamentos chegaram a tempo.

Muitos bancos oferecem o faturamento gratuito para a seus clientes. Os serviços externos de pagamento de contas podem cobrar uma pequena taxa mensal ou uma taxa por transação.

A fatura é então a descrição de uma cobrança, em resumo. Ela geralmente é acompanhada de um boleto bancário.

Diferentes contas

O boleto, a fatura e a duplicata são cobranças, mas com diferenças simples entre elas. (Foto: Shutterstock)

O que é boleto?

O Boleto Bancário, simplesmente chamado de Boleto, é um método de pagamento no Brasil regulamentado pela FEBRABAN. É um documento emitido de cobrança para um produto ou serviço, junto com uma fatura discriminando os produtos e/ou serviços cobrados;

Um boleto pode ser pago em caixas eletrônicos, agências e internet banking de qualquer banco, agência postal, agências lotéricas, por aplicativos e alguns supermercados até a data de vencimento. Alguns boletos, como os de compra de produtos, precisam ser atualizados para serem pagos após a data de vencimento. Outros, como os boletos de serviços como contas de luz, água e internet podem ser pagos a qualquer momento.

O boleto só pode ser recolhido por um agente de cobrança autorizado no território brasileiro.Todos os bancos brasileiros, correios e agências de loteria, além de algumas empresas do setor privado aderiram ao sistema. Bancos já emitem boletos bancários para seus clientes usarem para realizar depósitos, inclusive.

O que é duplicata?

O termo duplicata é um instrumento financeiro negociável e fungível que possui algum tipo de valor monetário. Representa e regulamente a compra e venda. Também, como um título de crédito, estabelece e comprova um acordo realizado entre duas partes.

Um título com a duplicata estabelece que há um acordo entre vendedores e compradores. Estes devem cumprir o que está acordado na duplicata. Em outras palavras, uma duplicata representa um valor que deve ser reembolsado, com termos que estipulam o valor, taxas e a data de vencimento ou renovação.

Duplicatas podem ser garantidas ou não garantidas e, se não garantidos, podem ser priorizados contratualmente em detrimento de outras dívidas subordinadas não garantidas no caso de falência.

Empresas que emitem cobranças estão emitindo faturas que são duplicatas mercantis.

Esperamos que não tenham ficado quaisquer dúvidas sobre as faturas, boletos e duplicatas. Caso ainda tenha alguma pergunta, nosso espaço de comentários abaixo está aberto para suas questões. Estamos aqui para te ajudar a compreender melhor nosso sistema financeiro e a utilizá-lo de uma forma vantajosa para você e seus negócios.

Quais dos tipos acima você mais usa no dia a dia? Você já emitiu alguma fatura ou boleto?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)