Um cheque é um documento que ordena que um banco pague uma quantia específica de dinheiro da conta de uma pessoa para a pessoa em cujo nome o cheque foi emitido. A pessoa que está emitindo o cheque possui uma conta bancária de transação (geralmente chamada de conta corrente, cheque, cheque ou cheque) onde seu dinheiro é retido. Esta pessoa escreve os vários detalhes, incluindo o valor monetário, a data e o beneficiário no cheque e o assina, ordenando que o banco, conhecido como sacado, pague a essa pessoa ou empresa a quantia em dinheiro declarada.

O cheque administrativo é um dos tipos de cheque que podem ser emitidos por um interessado. Ele também reduz os riscos da emissão de cheques, evitando alguns dos riscos inerentes dos cheques.

O que é um cheque?

O cheque é uma ordem incondicional, por escrito, emitida em uma instituição financeira, assinada pelo sacado, instruindo a instituição financeira a pagar sob demanda uma quantia certa em dinheiro para a ordem de uma pessoa especificada ou ao portador ou ao beneficiário escrito no cheque e que não ordene que nenhum ato seja feito além do pagamento em dinheiro.

Embora as formas de cheques estejam em uso desde os tempos antigos e, pelo menos, desde o século 9, foi durante o século 20 que os cheques se tornaram um método não monetário altamente popular para efetuar pagamentos e o uso de cheques atingiu o pico. Na segunda metade do século XX, quando o processamento de cheques se tornou automatizado, bilhões de cheques eram emitidos anualmente; esses volumes atingiram o pico no início dos anos 90.

Desde então, o uso de cheques caiu, sendo parcialmente substituído por sistemas de pagamento eletrônico, como cartões de crédito, débito, e transferências. Em um número crescente de países, os cheques se tornaram um sistema de pagamento marginal ou foram completamente eliminados.

No Brasil, eles ainda existem e são usados, e o cheque administrativo é um dos tipos possíveis.

Cheque administrativo na prática

O cheque administrativo é uma ferramenta que ajuda a evitar fraudes e cheques sem fundo. (Foto: divulgação)

O que é cheque administrativo?

O cheque administrativo é um tipo de cheque que é emitido com valores já preenchidos e os fundos escritos no cheque já com aprovação da instituição bancária. Como o cheque já tem o valor preenchido, a instituição financeira garante que há fundos para o pagamento daquele cheque. Assim, garante-se uma camada a mais de proteção para quem está usando este tipo de cheque.

Ele tem um custo geralmente mais alto do que um cheque normal.

Como funciona o cheque administrativo?

O cheque administrativo tem os valores preenchidos pela instituição financeira. O sacado do cheque, no entanto, precisa “pagar” o cheque no momento em que o cheque está sendo preenchido. Assim, é garantido que há fundos para o pagamento do cheque. Assim, é garantida a segurança da transação. Isto é essencial no pagamento de bens ou serviços muito caros, como imóveis, veículos, entre outros.

O cheque administrativo pode ser devidamente endossado com a assinatura do beneficiário e o nome do novo beneficiário escrito. Para isso, ele precisa ser não à ordem.

Cheque administrativo é seguro? Pode ser sustado?

Um cheque administrativo é uma forma segura de pagamento, pois garante que a pessoa receba os valores devidos. Como ele não pode ser sustado, garante a segurança de ambas as partes.

Se você precisa de um cheque administrativo, basta solicitar um em sua instituição financeira e pagar os valores devidos.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)