Neste artigo, vamos explicar tudo sobre o CPF, um dos mais importantes documentos brasileiros, utilizado por várias organizações públicas e privadas como forma de identificar cidadãos. Além disso, vamos dar dicas sobre como descobrir o número do CPF de uma pessoa, caso seja necessário por motivos legais, como entrar com um processo.

O que é o CPF?

O Cadastro de Pessoa Física, conhecido como CPF, é uma base de dados administrada pela Receita Federal. Esta guarda as informações de seus cadastrados. É um documento para brasileiros, estrangeiros que moram no Brasil e estrangeiros que moram no exterior mas possuem ativos ou negócios no Brasil.

Cada pessoa cadastrada é identificada com um número único e permanente, que pode ser transportado ou não em um cartão. Como o nome diz, o CPF é destinado apenas a pessoas físicas, o documento equivalente para pessoas jurídicas é o CNPJ.

Sem o CPF, não é possível abrir uma conta bancária, obter crédito, candidatar-se a empregos públicos, abrir uma entidade, estar em dia com impostos, comprar em determinadas lojas, entre outras coisas.

Como descobrir um CPF de uma pessoa?

Para descobrir o CPF, é necessário que você tenha o nome completo da pessoa e, pelo menos, o nome da mãe. É recomendável ter também a data de nascimento do indivíduo.

Você então poderá ir para o Google e pesquisar o nome completo da pessoa, junto com a palavra “CPF”.

Para encontrar o CPF de forma segura, você também pode usar os serviços das empresas de análise de crédito, como o SPC. As consultas são pagas, geralmente, mas são muito mais seguras do que outros sites que oferecem esse tipo de serviço.

Não recomendamos qualquer outro site para consulta do CPF, pois há o risco do roubo de informações.

Quem precisa de CPF?

O CPF é obrigatório para todos os indivíduos em qualquer das seguintes situações:

  • Quem faz a declaração anual do Imposto de Renda
  • Quem está sujeito a receber herança
  • Profissionais independentes que estão registrados em quaisquer órgãos brasileiros profissionais, como CREA, CRM, OAB, etc.
  • Agentes imobiliários ou pessoas físicas que participam de operações imobiliárias no Brasil
  • Correntistas, operadores financeiros e acionistas
  • Contribuinte ou beneficiário do INSS
  • Brasileiros ou estrangeiros que vivem no exterior e que tenham bens ou direitos no Brasil

Mesmo quem não está enquadrado em uma dessas situações pode solicitar a inscrição no CPF, que pode ser feita até para recém-nascidos.

Como obter um CPF?

Em agências do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou dos Correios, você pode fazer seu cadastro no CPF, preenchendo as informações do cadastro e pagando uma taxa.

Em lugares como o Poupatempo em SP e os UAI, em MG, e demais centros de atendimento integrado pelo Brasil, também é possível fazer o CPF.

Para quem está no exterior, basta ir até uma representação diplomática brasileira.

Para não residentes no Brasil, inscrição de pessoa falecida, ou para pessoas internadas ou reclusas, o CPF pode ser feito diretamente na Receita Federal.

Online, você pode fazer o cadastro no CPF, mas precisará apresentar os documentos em um local físico.

Encontrando CPF

Aprenda a encontrar o CPF de alguém para questões legais urgentes. (Foto: Blog da Fortes)

Documentos para tirar CPF

O CPF não pode ser feito exclusivamente na internet. Ele deverá ir a uma das unidades citadas acima com os seguintes documentos:

Menor de 16 anos: documento de identidade dele e do responsável legal com foto, certidão de nascimento e, caso necessário, documento comprovando custódia, tutela ou curadoria

Entre 16 e 18 anos: documento de identidade com foto ou certidão de nascimento

Entre 18 e os 70 anos: documento de identidade com foto, título de eleitor, documento de dispensa militar.

Pessoa falecida: certidão de óbito, documentos que comprovem a necessidade de inscrição.

Estrangeiros: documento de identidade com foto, com tradução por tradutor juramentado.

Onde pegar seu CPF?

O solicitante do CPF pode acompanhar o status na internet, no site da Receita Federal, com a disponibilidade do número acontecendo em até 48 horas. No caso de pedido feito nos Correios, Banco do Brasil, Caixa, ou postos integrados de atendimento integrado, o cartão pode demorar até 15 dias para chegar em sua residência. Pedidos feitos em representações diplomáticas pode demorar um pouco mais.

Como imprimir segunda via do CPF?

Caso você tenha perdido seu CPF ou ele tenha sido roubado, é possível obter uma segunda via online. O seu número vai continuar o mesmo, mas isso deve ser verificado para evitar problemas. Um novo número de CPF deve ser buscado em

Para obter um novo cartão CPF, você deve ir a uma agência dos Correios, Banco do Brasil, Caixa ou postos integrados de atendimento com os documentos citados acima. Os mesmos prazos são válidos, assim como as taxas.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)