Posso ter PIX em mais de um banco?

Em Contas em banco por André M. Coelho

O novo modelo de pagamento instantâneo do Banco Central, o PIX, está cada dia mais popular. São milhões de registros de chaves feitos no Brasil.
O Banco Central lembra que não é obrigatório registrar as chaves Pix, que atuam como identificadores, para acelerar o processo de pagamento. Essa chave pode ser criada a qualquer momento e não é um requisito para usar os novos fundos para pagamento imediato.

Mas como se registrar? É só possível criar a tecla PIX no aplicativo do banco? O que devo fazer se tiver uma conta com mais de uma instituição financeira? Posso pagar com Pix através do caixa eletrônico? Posso ter PIX em mais de um banco?

Mas o que são as chaves PIX?

A chave do usuário é um “apelido” que identifica o endereço da conta PIX. O cliente pode registrar um número de telefone celular, email, CPF, CNPJ ou EVP (chave aleatória, formada por uma sequência de 32 dígitos gerada pelo banco). Com a chave, os pagamentos e transferências podem ser recebidos de forma simplificada de PIX, um sistema que funciona 24 horas por dia, 7 dias por semana e todos os dias do ano.

Não há necessidade de registrar uma chave para criar ou receber um PIX. No entanto, o registro é recomendado pelo Banco Central para agilizar a transação. Embora você possa obter informações digitando seus detalhes e aqueles da sua conta (banco, agência, cpf, etc.), este formulário não é tão conveniente quanto usar a chave.

Os clientes que os indivíduos podem ter até 5 chaves para cada conta, enquanto as empresas podem ter 20.

Chaves PIX para transferências

O uso de chaves PIX é praticamente ilimitado para suas instituições, mas cada uma terá uma limitação do número de chaves aleatórias e normais cadastradas. (Imagem: divulgação)

Como cadastrar chave PIX?

As partes interessadas podem registrar as chaves por meio de um dos canais de acesso da instituição em que eles têm uma conta. Em geral, os bancos e as Fintechs ofereceram aplicativos ou sites bancários da Internet como ferramentas de registro.

No entanto, nada impede que qualquer instituição financeira ofereça meios alternativos, como registro pessoal ou terminais de autoatendimento.

Canais disponíveis nos principais bancos incluem os apps, internet banking, e caixas de atendimento.

Para se registrar, você precisará confirmar a posse da chave e vinculá-la a uma conta para receber os fundos. Exemplo: Se você quiser usar seu número de celular como uma tecla em um dos bancos, você tem uma conta, você deve ter o dispositivo no momento do registro. Isso ocorre porque a instituição envia um SMS para confirmar a seleção. O mesmo vale para o email.

O código (recebido por e-mail ou SMS) deve ser inserido no canal de acesso fornecido pela instituição financeira, que também deve solicitar outras confirmações, como senha, biometria ou reconhecimento facial.

Posso ter PIX em mais de um banco?

Você pode usar chaves diferentes em contas ou bancos diferentes. Por exemplo, use o número de telefone celular associado à conta corrente da instituição x, o CPF associado à conta de poupança da instituição y, o e-mail associado à carteira digital da instituição z, etc. No entanto, o Banco Central reporta isso, não é possível associar a mesma chave com mais de uma conta.

Se desejar, o cliente também pode vincular todas as chaves (nome, cpf, e-mail, etc.) à mesma conta. Dessa forma, sempre que o pagador fizer a transferência usando uma dessas informações, o dinheiro será sempre enviado para a mesma conta.

Você pode escolher cadastrar o celular em um banco, o CPF ou CNPJ em outro, um email em outra instituição financeira, outro email em outra, etc. Quando acabarem os celulares e emails, você ainda pode gerar chaves aleatórias. Você geralmente pode gerar duas ou três chaves aleatórias em cada instituição financeira.

E se a chave PIX que eu escolher já existe?

Como existem muitos homônimos (pessoas com o mesmo nome), é possível que alguém já registrasse esses dados como uma chave PIX. Nesse caso, o cliente pode iniciar um processo para solicitar a propriedade da chave do banco ou instituição financeira com a qual ele deseja se registrar.

A outra pessoa receberá uma notificação e terá sete dias para validar e provar que eles estão usando a chave. Se ela não responder de maneira oportuna, ela pode perder a posse dessa chave. Quando você responde, o cliente que deseja se registrar mais tarde terá que escolher uma das outras alternativas de geração de chave, celular, email ou CPF.

Como você usa o PIX depois de se registrar?

Os canais em que o sistema estará disponível depende de cada instituição financeira. O banco pode decidir inicialmente limitar o PIX à sua Internet Banking e aplicativos, ou para oferecer o serviço na caixa registradora e em ATMs.

O sistema opera 24 horas por dia, 7 dias por semana e garante a conclusão de transações em segundos, mesmo para outro banco, e sem tarifas para indivíduos. Para fazer uma transferência, basta inserir detalhes, como conta bancária, ramificação e beneficiário ou apenas insira a tecla PIX do destinatário. Também é possível efetuar pagamentos com o código QR.

Dúvidas? Deixem nos comentários suas perguntas!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário