Existem mais maneiras do que nunca de movimentar dinheiro, graças ao desenvolvimento de aplicativos e da modernização dos sistemas de comunicação entre instituições financeiras. Mas para transações importantes, como adiantamentos de hipotecas e compras de carros, você provavelmente encontrará transferências bancárias úteis.

Realizadas por instituições financeiras, as transferências bancárias permitem que você mova dinheiro entre contas sem ter que correr riscos com um cheque ou transportar dinheiro de um banco para outro. Embora nenhuma lei limite a quantidade de dinheiro que você pode transferir, os bancos individuais costumam limitar o valor total.

Entendendo o limite de transferência entre contas

Cada instituição financeira tem seus próprios limites definidos sobre o quanto você pode transferir através de contas bancárias. Além dos limites diários de transferência, o banco também pode impor um limite para cada transação. Estes limites geralmente são impostos automaticamente, de acordo com o volume de movimentação realizado na sua conta específica.

A automatização dos limites serve para proteger sua conta e você de possíveis fraudes, evitando que valores além do que normalmente você transfere sejam movimentados e, quando os padrões mudam, tornando mais fácil a identificação de fraudes.

Limites de transferências

As transferências tem limites personalizados para cada conta, dependendo da movimentação financeira de um indivíduo. (Foto: PYMNTS.com)

Limite de TED, DOC e outras transferências no processo de compensação eletrônica

Uma compensação eletrônica refere-se a uma transferência eletrônica de fundos entre contas. Quando você deseja enviar dinheiro, vai ao seu banco e fornece as informações necessárias sobre o banco receptor. Essas informações provavelmente incluirão o nome do destinatário, informações da conta bancária, endereço e número de telefone do banco e o nome da pessoa do outro lado que estará recebendo e processando a transação.

Depois de entregar todas essas informações, seu banco fará uma retirada da sua conta e enviará o dinheiro ao banco do destinatário. O banco que recebe o dinheiro coloca a transferência eletrônica nas contas dos destinatários.

Os limites poder ser conferidos por telefone na Central de Atendimento da sua instituição financeira, pelo aplicativo do seu banco ou instituição financeira, pelo internet banking, ou por um caixa eletrônico. Basta procurar a seção “Limites” e verificar. Autorização para mudanças de limites geralmente precisam da solicitação por apps ou internet banking e a confirmação em um caixa eletrônico.

Por que transferir dinheiro?

Mesmo que você não tenha limite para a transferência, dividir a transferência em mais vezes pode ser a melhor opção. Há muito tempo que as transferências são populares por causa de sua segurança. Para enviar dinheiro, você precisará de um relacionamento com a instituição financeira que gerencia a transação. A pessoa do outro lado precisará ser um correntista dessa instituição financeira. Por esse motivo, é considerada a maneira mais segura de enviar dinheiro entre duas partes que se conhecem.

Golpes e transferências bancárias

Enviar ou levar dinheiro a estranhos pode colocar você em risco de fraude, por isso é importante ter cuidado. Além dos golpes de transferência eletrônica, você também deve ter muito cuidado ao coletar e fornecer as informações de contato e bancárias de um destinatário.

Se você transpõe um número ou escreve incorretamente um nome, pode descobrir que seus fundos caem nas mãos erradas, sem recurso. Se você suspeitar que alguém está tentando convencê-lo a transferir dinheiro de maneira fraudulenta, entre em contato com a Polícia Militar de seu estado e denuncie também no Banco Central.

Renovação dos limites de transferência

Muitos grandes bancos impõem um limite de transferência bancária por dia ou por transação. Independente do valor do limite, eles são renovados diariamente para uso.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)