Quando você precisa enviar ou receber dinheiro rapidamente, uma transferência bancária pode ser a ferramenta certa para o trabalho. As transferências bancárias são imediatas, confiáveis ​​e seguras (desde que você não esteja enviando dinheiro para um ladrão).

Para transações significativas – como comprar uma casa – transferências eletrônicas ou cheques bancários podem ser suas únicas opções. Por quê? A resposta curta é que os fundos estão disponíveis para o destinatário mais ou menos imediatamente.

O que é uma transferência bancária?

Uma transferência eletrônica é uma transferência eletrônica de dinheiro. Uma transferência bancária tradicional vai de um banco ou cooperativa de crédito para outro usando uma rede como a Society for Worldwide Interbank Financial Telecommunication (SWIFT) ou Fedwire.

Geralmente, se alguém pede uma “transferência bancária”, eles querem a transferência tradicional de banco para banco. Mas o termo transferência eletrônica também é usado para outros tipos de transferência; portanto, é melhor esclarecer os requisitos se alguém solicitar uma transferência eletrônica.

O que é TEV: Transferência Eletrônica de Valores?

A TEV é um dos tipos de transferências bancárias no Brasil. Ela é a transferência eletrônica entre contas de um mesmo banco ou instituição financeira. É uma transação com compensação quase imediata, aparecendo na conta de destino em até 10 minutos após ter sido confirmada. Pode ser realizada entre contas de mesma titularidade ou contas de titularidades diferentes..

Definição de TEV

A TEV é um dos tipos de transferências realizadas em bancos e em instituições financeiras brasileiras. (Foto: Pixabay)

Diferença entre TED e TEV

As transferências do tipo TED são realizadas entre contas de instituições financeiras diferentes, enquanto as transferências do tipo TEV são realizadas entre contas na mesma instituição financeira. Ambas podem ser realizadas entre contas com a mesma titularidade ou contas de diferentes titularidades.

Custos de transferências eletrônicas TEV

Ao contrário de alguns pagamentos eletrônicos, as transferências bancárias custam dinheiro. Dependendo de sua saída ou entrada, internacional ou nacional, e do tipo de conta bancária que você possui, as transferências bancárias podem custar caro. Alguns bancos renunciam às taxas de entrada. Também pode haver um limite para o valor que você pode enviar.

Nas TEVs, no entanto, o custo é gratuito. Não são cobradas tarifas para transferir recursos entre contas na mesma instituição

Outros tipos de transferências eletrônicas

O termo “transferência eletrônica” é frequentemente usado para vários tipos de transferências eletrônicas que normalmente não são tão instantâneas ou tão seguras quanto as transferências bancárias, como descrito acima. De fato, quase todos os pagamentos são eletrônicos (até os cheques são digitalizados).

No Brasil, temos o DOC e o TED mais conhecidos. Ambos os tipos de transferências são usados para transferir recursos de uma instituição financeira para outra.

Serviços de transferência de dinheiro

Alguns serviços de transferência de dinheiro, como a TransferWise, PayPal, PagSeguro, MercadoPago, entre outros, operam de forma independente. Você pode depositar o dinheiro para uma transferência pessoal e o destinatário sai com o dinheiro, ou usar um cartão para fazer a transferência. O destinatário é identificado com um número de telefone ou endereço de email. Estes recursos podem ajudar até a economizar dinheiro em transferências internacionais.

Aplicativos e ferramentas de pagamento P2P

Esses serviços geralmente são fáceis e baratos e incluem muitos daqueles que usam QR codes e outros. Cada ferramenta tem pontos fortes e fracos, portanto, os transferidos devem aprender sobre as opções e descobrir o que funciona melhor para trocas de dinheiro, reembolsos e outras transferências.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)