Erros acontecem de vez em quando, não importa quanto cuidado tomemos. Dois números transpostos em um comprovante de depósito ou um momento de desatenção ao fazer um banco pela Internet e, sem saber, seu dinheiro foi para a pessoa errada. A questão é: o que você pode fazer para ter seu dinheiro de volta?

Como cancelar TED: evite enviar dinheiro errado

Antes de ter de cancelar um TED, é bom lembrar que é melhor evitar problemas com o envio de dinheiro.

Nem é preciso dizer que você precisa ter cuidado ao inserir e fornecer números de conta. Eles são uma informação crucial porque as transações são processadas por número de conta. Os bancos muitas vezes pedem um nome de conta, bem como o número da conta, mas seus sistemas não verificam se eles correspondem.

Mas se você errou o envio de uma TED, ainda há como cancelar.

Cancelamento de TED: como fazer?

Um TED agendado pode ser cancelado no app, internet banking, ou caixa eletrônico. Vá para a seção de agendamentos ou seção de TED e busque pela transação agendada. Daí, basta escolher o cancelamento.

Vale lembrar que você não vai conseguir cancelar um TED que já foi efetuado e antes das 17:00 em dias úteis. TEDs feitos após as 17, feriados e finais de semana são automaticamente agendados, e podem ser cancelados.

Cancelamento de transferência

Se fizer um TED errado, dá pra cancelar com os procedimentos corretos. (Foto: Duquesa apartments)

Mas e se o TED não estiver agendado?

Entre em contato com seu banco o mais rápido possível depois de perceber seu erro. Quanto antes você fizer isso, melhores serão suas chances de recuperar seu dinheiro. Se o seu dinheiro foi para uma conta inválida, normalmente ele será devolvido à sua conta. Você pode ter de pagar a taxa cobrada pelo TED, no entanto.

Recuperar um pagamento incorreto para uma conta válida pode ser mais difícil. Como regra geral, os bancos podem reverter um pagamento feito por engano apenas com o consentimento da pessoa que o recebeu. Seu banco e o banco do destinatário precisarão cooperar para tentar recuperar o pagamento. Isso geralmente envolve o contato do banco do destinatário com o titular da conta para pedir sua permissão para reverter a transação.

Se o destinatário se recusar, sua única opção é tratar do assunto diretamente você mesmo. No entanto, a responsabilidade do banco de proteger a privacidade dos dados de contato do destinatário pode ser um obstáculo inicial. Você pode entrar com uma ação judicial se o destinatário não devolver o dinheiro. Recomendamos que você procure aconselhamento jurídico se tiver de tomar uma atitude dessas.

E se você receber uma transferência que não era para você?

O mesmo se aplica: você deve entrar em contato com o seu banco o mais rápido possível para avisá-lo do erro. E assim que for solicitado seu consentimento para reverter o pagamento ao legítimo proprietário, você deve concordar. Algumas pessoas acham que devem ter permissão para manter o dinheiro pago em sua conta, mas em geral devem devolver o dinheiro que não lhes pertence.

E se a transferência for pra você, a pessoa tem que pagar?

Se alguém lhe deve dinheiro, mas deposita o dinheiro por engano na conta de outra pessoa, não é sua responsabilidade persegui-lo. A pessoa que cometeu o erro é responsável por tentar recuperar o dinheiro e, com ou sem êxito, continua obrigada a te pagar.

O problema é diferente se você tiver fornecido ao pagador os detalhes da conta incorretos. Nesse caso, o pagador simplesmente seguiu suas instruções, portanto, você deve arcar com a perda se os fundos não puderem ser recuperados. Você deve pedir ao pagador para obter o consentimento do destinatário para recuperar o dinheiro. Se o destinatário não devolver o dinheiro, talvez você precise tomar uma ação judicial.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)