Como guardar dinheiro para casar?

Escrito na categoria "Educação financeira" por André M. Coelho.

O casamento é uma grande alegria, até que você tenha que desembolsar centenas de reais em juros por um casamento pago a crédito. Economizar para o casamento reduz o custo e o estresse, bastando usar as estratégias corretas de economia para não quebrar a banca e ainda ficar com dinheiro sobrando.

Quanto juntar para casar: depende!

Quer opte por um pacote de casamento ou organize o seu próprio dia especial, os custos de um casamento podem aumentar.

Defina um orçamento e cumpra-o para que os custos não saiam do controle.

Faça uma lista de tudo que você precisa para gastar dinheiro e procure o melhor negócio. Pechinchar no preço vale sempre a pena tentar também.

A partir da pesquisa você terá seu ponto de partida para o quanto gastar na festa. Uma boa ideia é começar como base um valor máximo de até 4 vezes o valor do seu salário atual.

O casal deve juntar dinheiro todo mês

Depois de definir um orçamento e calcular o custo de seu casamento, use nossa calculadora de economia para ajudá-lo a calcular quanto você precisará economizar para atingir essa meta ou quanto tempo levará se você tiver uma quantia mensal em mente.

Seja realista sobre o que você pode alcançar e quanto pode pagar.

Por exemplo, se você planeja gastar R$5000 para um casamento dentro de um ano, precisará economizar cerca de R$400 por mês.

Mas, se você começar a economizar dois anos antes do casamento, precisará economizar apenas R$200 por mês.

Casamento e dinheiro para o evento

Um bom casamento precisa ser feito com o planejamento correto para evitar problemas financeiros depois. (Foto: Chicago Tribune)

Como guardar dinheiro para casar: comece cedo!

Quanto antes você começar a economizar, mais administrável será o custo.

Decida onde guardar suas economias. Talvez você já tenha uma conta bancária online que permite abrir um pote separado para o casamento.

Caso contrário, abra uma conta de poupança direta de acesso instantâneo.

Se você tem um ano ou dois para planejar com antecedência, convém examinar as contas que prendem seu dinheiro, mas oferecem melhores rendimentos. Ou seja, ao invés de uma conta poupança, você pode usar uma conta com rendimento baseado no CDB ou CDI.

Os sites de comparação são um bom ponto de partida para qualquer pessoa que esteja tentando encontrar uma conta poupança adequada às suas necessidades.

Veja o poder dos juros compostos para seu casamento

Revise sua conta poupança ou de renda fixa pelo menos uma vez por ano para verificar se está obtendo a melhor taxa de juros.

Certifique-se de usar seu décimo terceiro também para aumentar a quantidade de dinheiro que está investido.

Use também qualquer reembolso ou restituição do imposto de renda para poder aumentar os lucros. Lembre-se que toda a economia vai para o evento que é seu sonho.

O que fazer após as dicas acima?

Converse com suas famílias sobre como dividir os custos e pense em datas e locais de casamento que cabem no bolso de todos.

Abra uma conta poupança, se ainda não tiver uma – acesse a Internet para encontrar um banco digital ou visite uma agência presencial de uma instituição financeira.

Configure um pagamento depósito regular em sua conta poupança ou de renda fixa todos os meses. Você pode configurar isto no aplicativo do banco, inclusive.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário