As palavras ágio e deságio são muito comuns no vocabulário dos investidores e dos contadores. Seus significados, porém, variam de acordo com o contexto em que são utilizadas. Vamos tentar explicar em detalhes para esclarecer todas as dúvidas, tanto os significados possíveis para ágio quanto para deságio.

Conceito de ágio

Ágio tem múltiplos significados em finanças. É o custo total para comprar uma opção, que dá ao detentor o direito, mas não a obrigação de comprar ou vender o instrumento financeiro subjacente a um preço de exercício especificado. É a diferença entre o preço mais alto pago por um título de renda fixa e o valor nominal do título em questão, que reflete as mudanças nas taxas de juros ou no perfil de risco desde a data de emissão. Os usos do termo ágio envolvem pagamento por algo que é percebido como tendo valor. Ágio também pode ocorrer em transações cambiais.

Ágio de ações

O comprador de uma opção tem o direito mas não a obrigação de comprar (com uma chamada) ou vender (com uma opção de venda) o instrumento subjacente a um determinado preço de exercício por um determinado período de tempo. O prêmio que é pago é seu valor intrínseco mais seu valor de tempo; uma opção com um vencimento mais longo sempre custa mais do que a mesma estrutura com vencimento mais curto. A volatilidade do mercado e a proximidade do preço de exercício ao preço de mercado atual também afetam o ágio.

Investidores sofisticados às vezes vendem uma opção e usam o ágio recebido para cobrir o custo de comprar o instrumento subjacente ou outra opção. A compra de várias opções pode aumentar ou reduzir o perfil de risco da posição, dependendo de como ela está estruturada.

Ágio de títulos

O conceito de prêmio de preço de títulos está diretamente relacionado ao princípio de que o preço de um título está inversamente relacionado às taxas de juros; se um título de renda fixa for comprado com um prêmio, isso significa que as taxas de juros atuais são menores do que a taxa de cupom do título. O investidor, portanto, paga um ágio por um investimento que retornará um valor maior do que as taxas de juros existentes.

Definição de ágio e deságio

O ágio e o deságio precisam ser equilibrados corretamente na balança para que você tenha o lucro apropriado para seus bens. (Foto: franjohns.net)

O que é um desconto?

Em finanças, deságio refere-se a uma situação em que um título está sendo negociado por valor inferior ao seu valor nominal. O deságio é igual à diferença entre o preço pago por um título e o valor nominal do título.

Por exemplo, se um título com valor nominal de R$1.000 estiver sendo vendido por R$990, ele está sendo vendido com um desconto de R$1.000/R$990 – 1 = 1% ou R$10. A razão pela qual o título será negociado com desconto é se ele tiver uma taxa de juros ou cupons menor do que a taxa de juros vigente na economia. Em outras palavras, uma vez que o emissor não está pagando uma taxa de juros tão alta para os obrigacionistas, o título deve ser vendido a um preço mais baixo para ser competitivo, ou então ninguém o compraria. Essa taxa de juros, conhecida como cupom, é geralmente paga semestralmente. O prazo vem dos dias de certificados de títulos físicos (em oposição aos eletrônicos), quando alguns títulos tinham cupons anexados a eles. Alguns exemplos de títulos negociados com desconto incluem os títulos do Tesouro brasileiro.

Ações e outros títulos também podem ser vendidos com desconto. No entanto, esse desconto não é devido às taxas de juros; em vez disso, um desconto é geralmente implementado no mercado de ações para gerar agitação em torno de um estoque específico. Além disso, o valor nominal de uma ação especifica apenas o preço mínimo para o qual a garantia pode ser vendida quando de sua entrada inicial no mercado.

Um tipo de título de desconto puro é um cupom de cupom zero, que não paga juros, mas é vendido com um grande deságio. O valor do deságio é igual ao valor perdido pela falta de pagamento de juros. Os preços dos títulos com cupom zero tendem a flutuar com mais frequência do que títulos com cupons.

Ágio e deságio

Um deságio é o oposto de um ágio, que se aplica quando um título é vendido por valor superior ao valor nominal. Um ágio ocorre se o título for vendido em, por exemplo, R$ 1.100 em vez de seu valor nominal de R$1.000. Inversamente a um deságio, um prêmio ocorre quando o título tem uma taxa de juros mais alta do que a taxa de mercado atual.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas para que possamos ajudar!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)