Franquias estão em todos os lugares, e estão se tornando cada vez mais comuns no vocabulário dos empreendedores. Ofertas para abrir uma franquia aparecem em todos os lugares mas, afinal, o que é uma franquia? Como elas funcionam? Vamos tentar explicar o conceito por traz das franquias e seu funcionamento no mundo moderno.

O que é uma franquia?

Franchising é simplesmente um método para expandir um negócio e distribuir bens e serviços através de um relacionamento de licenciamento. No franchising, os franqueadores (uma pessoa ou empresa que concede a licença a um terceiro para a realização de um negócio sob suas marcas) não apenas especificam os produtos e serviços que serão oferecidos pelos franqueados (uma pessoa ou empresa que recebe a concessão) através de uma licença para fazer negócios sob a marca comercial e nome comercial pelo franqueador), mas também fornecem-lhes um sistema operacional, marca e suporte.

Franquia: definição como modelo de negócios

Existem dois tipos diferentes de relacionamentos de franchising. Franchising de formato de negócios é o tipo mais identificável para a pessoa média. Em um relacionamento de franquia de formato de negócios, o franqueador fornece ao franqueado não apenas seu nome comercial, produtos e serviços, mas todo um sistema para operar o negócio. O franqueado geralmente recebe seleção de locais e suporte ao desenvolvimento, manuais de operação, treinamento, padrões de marca, controle de qualidade, estratégia de marketing e suporte de consultoria de negócios do franqueador. Mais de 120 indústrias diversas usam o franchising como rota para o mercado, incluindo os setores:

Automotivo

Bebidas

Serviços prestados às empresas

Serviços para crianças

Limpeza, Empregada Doméstica e Zeladoria

Educação

Comida

Saúde

Serviços Domésticos

Baseado em casa

Produtos e serviços de varejo

Atendimento ao idoso e serviços médicos

Viagem e Turismo

Distribuição tradicional ou de produtos

Embora menos identificado com o franchising, o franchising tradicional ou de distribuição de produtos é, na verdade, maior nas vendas totais do que no franchising de formato de negócios. Em uma franquia tradicional, o foco não está no sistema de negócios, mas principalmente nos produtos fabricados ou fornecidos pelo franqueador ao franqueado. Na maioria, mas não em todas as situações, os produtos manufaturados geralmente precisam de serviços pré e pós-venda, conforme encontrados na indústria automobilística. Exemplos de franchising de distribuição tradicional ou de produto podem ser encontrados nos engarrafadores, gasolina, automotivo e outros.

O que é um franqueado?

O franqueado é aquele que compra uma franquia. O franqueado, em seguida, executa esse local do negócio ou modelo de negócio comprado. Ele ou ela é responsável por certas decisões, mas muitas outras decisões (como aparência, nome e produtos) já são determinadas pelo franqueador e devem ser mantidas da mesma forma pelo franqueado. O franqueado pagará ao franqueador sob os termos do acordo, geralmente uma taxa fixa ou uma porcentagem das receitas ou lucros, das vendas realizadas naquele local.

Franchising é sobre relacionamentos

Muitas pessoas, quando pensam em franchising, concentram-se primeiro na lei. Enquanto a lei é certamente importante, não é a coisa central para entender sobre o franchising. Em sua essência, franqueamento é sobre o valor da marca do franqueador, como o franqueador suporta seus franqueados, como o franqueado cumpre suas obrigações de entregar os produtos e serviços aos padrões de marca do sistema e mais importante – franquia é sobre a relação que o franqueador tem com seus franqueados. Em uma pesquisa de 2014 sobre o relacionamento dos franqueados com seus franqueadores, foi determinado que:

90% gostam de operar seus negócios

88% dos franqueados gostam de fazer parte de sua organização

85 por cento se sentem positivos em relação à sua afiliação com o franqueador

83% respeitam seu franqueador

80% sentem que seu franqueador opera com um alto nível de honestidade

78% recomendariam sua marca de franquia a outras pessoas

73% “farima tudo de novo” se tivessem a opção.

Franchising é sobre marcas

A marca de um franqueador é seu ativo mais valioso e os consumidores decidem em qual empresa fazer compras e com que frequência frequentar esse negócio com base no que sabem ou acham que sabem sobre a marca. Até certo ponto, os consumidores realmente não se importam com quem é o proprietário da empresa, desde que as expectativas da marca sejam atendidas. Se você se tornar um franqueado, certamente estará desenvolvendo um relacionamento com seus clientes para manter sua lealdade, e certamente os clientes escolherão comprar de você por causa da qualidade de seus serviços e do relacionamento pessoal que você estabelece com eles. Mas acima de tudo, eles confiam na marca para satisfazer suas expectativas, e o franqueador e os outros franqueados no sistema confiam em você para atender a essas expectativas.

Funcionamento de franquias

Conheça melhor as franquias para poder entender as vantagens desse tipo de investimento para um negócio. (Foto: LODGING Magazine)

Franchising é sobre sistemas e suporte

Grandes franqueadores fornecem sistemas, ferramentas e suporte para que seus franqueados tenham a capacidade de cumprir os padrões de marca do sistema e garantir a satisfação do cliente. E os franqueadores e todos os outros franqueados esperam que você administre de forma independente a operação diária de seus negócios, de modo que você aprimore a reputação da empresa em sua área de mercado.

Ao selecionar um sistema de franquia para investir, você deseja avaliar os tipos de suporte a serem prestados e como o franqueador está gerenciando a evolução dos produtos e serviços para acompanhar as mudanças nas expectativas dos consumidores. Alguns dos serviços mais comuns que os franqueadores fornecem aos franqueados incluem:

Nome de marca reconhecido

Seleção de locais e assistência para desenvolvimento de locais

Treinando para você e sua equipe de gerenciamento

Pesquisa e desenvolvimento de novos produtos e serviços

Apoio de campo

Marketing e publicidade inicial e contínua

Você deseja selecionar um franqueador que rotineiramente e efetivamente aplica os padrões do sistema. Isso é importante para você, já que o cumprimento dos padrões da marca pelo franqueador tem o objetivo de proteger os franqueados dos possíveis atos ruins de outros franqueados que compartilham a marca com eles. Como os clientes vêem os sistemas de franquia como uma cadeia de operações de marca, os excelentes produtos e serviços fornecidos por um franqueado beneficiam todo o sistema. O oposto também é verdade.

Franchising é também uma relação contratual

Embora, do ponto de vista do público, as franquias se pareçam com qualquer outra cadeia de empresas de marca, elas são muito diferentes. Em um sistema de franquia, o dono da marca não gerencia e opera os locais que servem aos consumidores seus produtos e serviços no dia a dia. Servir o consumidor é o papel e a responsabilidade do franqueado.

O franchising é uma relação contratual entre um licenciante (franqueador) e um licenciado (franqueado) que permite que o proprietário da empresa use a marca do licenciador e o método de fazer negócios para distribuir produtos ou serviços aos consumidores. Embora cada franquia seja uma licença, nem toda licença é uma franquia de acordo com a lei. Às vezes isso pode ser muito confuso.

Uma franquia é um tipo específico de acordo de licenciamento. Uma franquia geralmente existe quando:

O franqueador licencia ao franqueado o direito de usar sua marca comercial ou de serviço

Identifica os negócios do franqueado na comercialização de um produto ou serviço usando os métodos operacionais do franqueador

O franqueador fornece suporte ao franqueado e exerce certos controles

O franqueado paga ao franqueador uma taxa.

A definição de uma franquia não é uniforme em todo o mundo. Alguns países também podem incluir um plano de marketing ou uma provisão de comunidade de interesse na definição. A definição do que é uma franquia pode variar significativamente de acordo com as leis, mas é importante que você entenda que todas as obrigações legais do negócio deverão ser cumpridas pelo franqueado, não pelo franqueador, apesar deste poder auxiliar em todas as questões legais do negócio.

Em outras palavras, em uma franquia, uma empresa (o franqueador) licencia seu nome comercial (a marca) e seus métodos operacionais (seu sistema de negócios) para uma pessoa ou grupo operando dentro de um território específico ou local (o franqueado), que concorda em operar seus negócios de acordo com os termos de um contrato (o contrato de franquia). O franqueador fornece ao franqueado liderança e suporte de franquias e exerce alguns controles para garantir a adesão do franqueado às diretrizes da marca.

Em troca, o franqueado geralmente paga ao franqueador uma taxa inicial única (a taxa de franquia) e uma taxa contínua (conhecida como royalties) pelo uso do nome comercial e dos métodos operacionais do franqueador. O franqueado é responsável pela administração diária de seus negócios de propriedade independente e benefícios ou riscos de perda com base em seu próprio desempenho e capacidades.

Investir em uma franquia ou se tornar um franqueador pode ser uma ótima oportunidade. Mas antes de selecionar qualquer investimento em franquia e assinar qualquer contrato de franquia, faça sua lição de casa, entenda o que o sistema de franquia está oferecendo e obtenha o apoio de um advogado de franquia qualificado.

O que você acha de franquias? É um bom modelo de negócios? Vocês investem ou gostariam de investir em franquias?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)