Manter um carro envolve custos que não estão apenas no valor do financiamento e da gasolina. Manutenção, depreciação, seguro, impostos, são também valores que devem entrar no seu cálculo para entender melhor como um carro impacta suas finanças domésticas. Vamos mostrar um pouco de como funciona cada categoria de gastos de um carro.

Quanto custa manter um carro: combustível

É preciso calcular o valor gasto por km rodado. Vamos dar um exemplo prático.

Imagine um custo médio mensal de R$1.700 ou 11,2 centavos de real por km, supondo que você dirija cerca de 152 km por mês (. Esse valor é influenciado se os custos de combustível forem menores ou maiores durante um certo período.

É importante entender que essa é apenas uma média. Quanto você paga por combustível a cada ano dependerá da quilometragem que você ganha com seu carro, das condições da estrada em sua área e do preço específico do combustível onde você mora, o que pode variar bastante.

Despesas de carro com encargos financeiros (juros)

Além dos custos de financiamento, você também tem outros encargos financeiros com a compra de um carro. Use como exemplo uma despesa média de R$669 por ano, o que pressupõe que você comprou seu carro com um adiantamento de 10%, com um empréstimo de cinco anos e crédito médio. O valor pago varia de acordo com o tamanho do seu adiantamento, a duração do seu empréstimo e o seu crédito real. Calcule os juros que pagará total por ano para saber quais são essas despesas, ou use como referência o valor total a ser pago pelo empréstimo.

Depreciação do carro

Os carros novos, em particular, sofrem rápida depreciação nos primeiros anos de propriedade. Embora muitos consumidores não pensem na depreciação dessa maneira, é um custo muito real. Representa a perda de valor do veículo ao longo de sua vida útil. Um carro novo se deprecia em 20% assim que você sai do estacionamento e depois em aproximadamente 15% ao ano. Claro, esses são apenas números médios. As taxas de depreciação individual são baseadas fortemente na marca e modelo, quilometragem total e até na condição do carro.

Então mesmo que você compra seu carro à vista, você estará pagando “juros” com a depreciação. O ideal é somar a depreciação com os juros para ter uma ideia melhor dos gastos.

Custos de carro

Entenda os custos de ter um carro e o impacto financeiro em sua rotina. (Foto: Erie Insurance)

Custos do seguro do carro

O valor depende do seu histórico de condução, do tipo de carro que você possui e do estado em que vive. Os prêmios do seguro de automóvel podem variar drasticamente de um estado para outro, e até mesmo de um bairro para outro. Se você não usa seu carro com frequência, há seguros que calculam com base na quilometragem percorrida, para ter certeza de que você não pagará mais se for um motorista de baixo uso. Obviamente, você pode encontrar economia economizando tempo comparando as cotações de seguro de carro das seguradoras concorrentes.

Custos de manutenção e pneus

Carros mais novos geram menos custos de manutenção. Obviamente, se o seu carro tiver mais de alguns anos, o número dos custos de manutenção  poderá dobrar facilmente. Mas quanto você realmente paga dependerá novamente das circunstâncias pessoais. Se você cuidar do seu veículo, as despesas de manutenção provavelmente serão menores. Se você mora em uma área que sofre com condições climáticas adversas, provavelmente será maior. Outra variável é a sua capacidade de executar reparos de rotina, em vez de levar o carro a uma oficina.

Licenciamento, IPVA e DPVAT

O valor varia pouco entre os estados, mas eles devem ser somados ao valor total de gastos anuais. O IPVA geralmente cai a cada ano, enquanto o licenciamento se mantém mais ou menos estável. O DPVAT mudou muito nos últimos anos, principalmente para motos, que tem valores mais baratos. É preciso acompanhar para sempre ter ideias dos custos.

Qual o custo anual total para possuir um carro?

Você pode colocar todas essas informações em um aplicativo, em uma calculadora online ou em uma planilha. Você deve colocar todos os dados e somar, podendo dividir por km rodado, por mês ou manter os gastos por ano.

Quanto mais você possui o seu veículo, menos custa para operá-lo. Com base em um carro novo comprado por R$33.560, e uma depreciação inicial de 20%, o custo anual de propriedade geralmente cai da seguinte maneira:

  • Ano 1: R$11.756
  • Ano 5: R$7.517
  • Ano 10: R$5.914

Obviamente, você pode reduzir bastante esses números comprando um carro usado de qualidade. Usamos um carro novo como exemplo para ilustrar essa depreciação fora do lote.

É melhor manter um carro por um longo tempo ou os custos de manutenção mais altos em um carro antigo tornam melhor trocá-lo mais cedo? Os números sugerem que manter o carro por mais tempo é o caminho a percorrer.

No entanto, é provável que a decisão se reduz a fatores não financeiros. Por exemplo, quão bem o veículo está funcionando? Você pode fazer pelo menos parte do trabalho de reparo sozinho, como forma de economizar dinheiro? Quanto você dirige? Quanto você precisa do carro? E talvez o mais importante, você está em uma posição financeira para poder comprar um veículo novinho em folha?

A resposta será diferente para todos, e deve ser muito bem avaliada.

Como você lida com a decisão de substituir um carro? Você o substitui por um novo assim que o carro é pago?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)