Nos últimos anos, vários relatórios de publicações profissionais e meios de comunicação revelaram uma epidemia que está afetando os consumidores bancários: o uso do cheque especial. Cada vez mais pessoas tem deixado os saldos negativos e pagando taxas e tarifas pelos serviços bancários. Mas pior ainda é quando o cheque especial é todo utilizado e você acaba tendo que utilizar mais do seu saldo. Então, ocorre a cobrança do adiantamento a depositante.

O que é adiantamento a depositante?

Os bancos cobram taxas de penalidade para consumidores individuais que sacam, gastam ou fazem compras mais do que o saldo disponível em suas contas e que vão além dos limites de cheque especial. Esta taxa de penalidade é chamada de adiantamento a depositante, e é essencialmente uma multa para cobrir o custo da transação.

Taxas de cheque especial

O adiantamento a depositante pode ser considerado um tipo de taxa de cheque especial, já que está relacionada ao uso do “saldo negativo” da sua conta. A taxa ocorre quando os consumidores compram um item que excede o saldo da conta disponível. É a taxa mais comum que os bancos impõem às contas correntes e podem limitar o número de transações por dia. Vários bancos oferecem vários serviços de cheque especial que variam de acordo com a instituição. Em alguns, há a cobrança do cheque especial, enquanto outros só cobram o valor do adiantamento a depositante após o uso do limite do cheque especial. Os bancos também podem impor uma taxa de fundos não suficientes quando recusam uma transação que extrapola o saldo da conta.

Além dessas cobranças, o banco pode cobrar o IOF sobre o uso do cheque especial, já que é um tipo de empréstimo. Pode também cobrar os juros dos empréstimos.

Tarifas de adiantamento

Fuja das tarifas e adiantamentos que podem prejudicar suas finanças fazendo o planejamento certo para evitar gastos desnecessários. (Foto: WJL Financial)

Por que as taxas de adiantamento a depositante ocorrem?

Essas taxas ocorrem devido a várias razões que incluem o seguinte:

Ir além do cheque especial: o uso do cheque especial além dos valores liberados pelo banco ou instituição financeira podem incorrer em taxas.

Empréstimo intencional: o cliente pode usar o saldo negativo propositalmente em uma situação de emergência.

Roubo de identidade: a fraude pode causar a cobrança de taxas, especialmente se os criminosos sujeitarem um titular de conta a falsificação, controle de conta ou phishing.

Quanto os bancos cobram por taxas de adiantamento a depositante?

Embora o custo de uma taxa varie de uma instituição para outra, alguns bancos não cobram dos seus consumidores por esta taxa, enquanto alguns têm taxas fáceis de evitar. No entanto, os grandes bancos cobram ao seu correntista uma enorme quantia de taxas, que pode variar bastante entre diferentes instituições.

Como evitar taxas de adiantamento a depositante?

Aqui estão algumas dicas para evitar taxas de saque a descoberto onerosas em transações bancárias.

Vincular conta corrente a uma conta poupança

Os analistas financeiros aconselharam os correntistas a vincular suas contas correntes às suas economias, de modo que seu próprio dinheiro, em vez do banco, cubra a deficiência.

Inscreva-se para chamadas ou notificações por e-mail do banco

Obter um alerta do banco ajudará os consumidores a acompanhar as transações e o saldo da conta. Isso impedirá que os correntistas façam transações que possam levar a taxas não intencionais.

Considerar a exclusão da proteção de saldo negativo

Você pode optar por sair do cheque especial e de qualquer proteção de saldo negativo. Converse com seu gerente para sair desse tipo de proteção e evitar cobranças.

Evite gastar mais do que o saldo disponível

A maneira mais conveniente de evitar taxas de adiantamento a depositante é evitar gastar mais do que o saldo da conta disponível. Isso, naturalmente, exige que você mantenha-se atualizado com seu saldo atual.

O mobile banking oferece uma solução fácil para esse problema, com o monitoramento das suas contas.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)