O que são fundos de investimento imobiliário?

Em Investimentos por André M. Coelho

Um Fundo de Investimento Imobiliário (FII) é uma empresa que possui, opera ou financia rendimentos gerando imóveis. Modelado após fundos mútuos, fundos imobiliários reúnem o capital de numerosos investidores. Isso permite que os investidores individuais ganhem dividendos de investimentos imobiliários – sem ter que comprar, gerenciar ou financiar quaisquer propriedades em si.

Fundos de investimento imobiliário o que são

Um Fundo de Investimento Imobiliário (FII) é uma empresa que possui, opera ou financia propriedades produtoras de renda.

Os Fundos Imobiliários geram um fluxo de renda estável para os investidores, mas oferecem pouco no caminho da valorização de capital.

A maioria dos fundos é negociado publicamente como ações, o que os torna altamente líquidos (ao contrário dos investimentos imobiliários físicos).

FIIs investem na maioria dos tipos de propriedades imobiliárias, incluindo prédios de apartamentos, torres, data centers, hotéis, instalações médicas, escritórios, centros de varejo e armazéns.

Introdução aos Fundos de Investimento Imobiliário

Um FII permite que os investidores comprem ações em portfólios de imóveis comerciais – algo que estava disponível anteriormente apenas para indivíduos ricos e através de grandes intermediários financeiros.

As propriedades em um portfólio de FII podem incluir complexos de apartamentos, data centers, instalações de saúde, hotéis, infraestrutura – na forma de cabos de fibra, torres de celular e edifícios de energia, centros de varejo, armazenamento, e armazéns.

Em geral, os FIIs se especializam em um setor imobiliário específico. No entanto, as revisões diversificadas e especiais podem realizar diferentes tipos de propriedades em seus portfólios, como um FII que consiste em propriedades de escritório e varejo.

Muitos FII são negociados publicamente nas principais trocas de valores mobiliários, e os investidores podem comprar e vendê-los como ações em toda a sessão de negociação. Essas revisões normalmente negociam sob volume substancial e são consideradas instrumentos muito líquidos.

Investimentos em fundos imobiliários

Fundos imobiliários podem ser bons investimentos, e dar um bom retorno para sua carteira. (Imagem: US News Money)

O que se qualifica como um FII?

A maioria dos FIIs tem um modelo de negócio direto: o FII aluga o espaço e coleta aluguéis nas propriedades e distribui essa renda como dividendos aos acionistas. FIIs hipotecários não possuem imóveis, mas financiam imóveis, em vez disso. Esses ganham renda dos juros sobre seus investimentos.

Para se qualificar como FII, uma empresa deve cumprir algumas disposições. Esses requisitos incluem principalmente o próprio imóvel gerador de renda para o prazo de longo prazo e distribuir para os acionistas.

Tipos de Fundos de Investimento Imobiliário

Existem 6 tipos de FIIs:

1. Fundos de Renda

A maioria dos FIIs são fundos de renda que possuem e gerenciam imóveis produtores de renda. As receitas são geradas principalmente por meio de aluguéis (não por revender propriedades).

2. Fundos de compra e venda

Restes hipotecárias emprestam dinheiro para proprietários de imóveis e operadores diretamente por meio de hipotecas e empréstimos, ou indiretamente através da aquisição de títulos suportados pela hipoteca.

Seus ganhos são gerados principalmente pela margem de juros líquidos – entre os juros que ganham em empréstimos hipotecários e o custo de financiamento desses empréstimos. Este modelo os torna potencialmente sensíveis aos aumentos da taxa de juros.

3. Fundos híbridos ou fundos de fundos

Esses usam as estratégias de investimento de ambos os rendimentos de renda e hipotecas. São também chamados de fundos de fundos, que investem em diversos fundos diferentes para diluir os riscos.

4. Fundos de desenvolvimento

São os de mais alto risco, mas também com ganhos mais elevados. Focam na compra de terrenos para venda ou aluguel. Funcionam, de certa forma, como empresas de construção civil.

5. Fundos de recebíveis imobiliários ou fundos de papel

Tem menor risco, com características de renda fixa. Seu principal bem são os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI). São também isentos do Imposto de Renda.

6. Fundos de tijolo

São investimentos em imóveis físicos prontos. Você estará investindo em uma propriedade para aluguel. A estratégia aqui é considerar a valorização de longo tempo

Como investir em Fundos de Investimento Imobiliário

Você pode investir em FIIs negociados publicamente por compartilhamentos de compra por meio de um corretor. Você pode comprar ações de um FII não negociado por meio de um corretor ou consultor financeiro que participa da oferta de FIIs não negociados publicamente.

FIIs também estão incluídos em um número crescente de planos de investimento de benefício definido e de contribuição definido, como fundos multimercado, fundos de fundos, e outros tipos de investimentos.

Você também pode usar a Bolsa de Valores, através de uma corretora, para investir em fundos imobiliários de qualidade.

Certifique-se de considerar a equipe de gerenciamento do FII e rastrear o histórico – e descobrir como eles são compensados. Se for uma compensação baseada em desempenho, as chances de que elas estarão trabalhando duro para escolher os investimentos certos e escolher as melhores estratégias.

Claro, é também uma boa ideia olhar para os números, como o crescimento antecipado nos ganhos por ação e rendimentos atuais de dividendos.

Vantagens e desvantagens dos Fundos de Investimento Imobiliário

Investidores em Fundos Imobiliários podem desempenhar uma parte importante em um portfólio de investimento, porque podem oferecer um dividendo anual forte e estável e o potencial de valorização de capital a longo prazo. O desempenho total de retorno geralmente superou outros índices e a taxa de inflação. Como com todos os investimentos, os FIIs têm suas vantagens e desvantagens.

No lado positivo, os FIIs são fáceis de comprar e vender, como a maioria dos fundos públicos – uma característica que mitiga algumas das desvantagens tradicionais de imóveis. FIIs oferecem retornos ajustados por risco atraentes e fluxo de caixa estável. Além disso, uma presença imobiliária pode ser boa para um portfólio porque fornece diversificação e renda baseada em dividendos – e os dividendos são geralmente mais altos do que você pode alcançar com outros investimentos.

Você investiria em um fundo de investimento imobiliário? O que acha desses investimentos?

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

Crédito ou débito? Esta é uma pergunta quase sempre feita ao se pagar com cartão mas é uma questão também comum na vida de muitos brasileiros. Com mais de 300 horas em cursos de finanças, empreendedorismo, entre outros, André formou-se em pedagogia e se especializou em educação financeira. Dá também consultorias financeiras e empresariais quando seus clientes precisam de ajuda e compartilha conhecimentos aqui neste site.

Aviso legal

O conteúdo apresentado no site é apenas informativo com o objetivo de ensinar sobre o funcionamento do mundo financeiro e apresentar ao leitor informações que o ensine a pensar sobre dinheiro. O site Crédito ou Débito não faz recomendações de investimentos e em nenhuma hipótese pode ser responsabilizado por qualquer tipo de resultado financeiro devido a práticas realizadas por seus leitores.

Deixe um comentário